BrasilNotícias

REVOLTANTE; PADRASTO É PRESO E CONFESSA QUE MATOU BEBÊ PORQUE ELE ESTAVA CHORANDO E CHAMANDO PELA MÃE, DIZ PM

A princípio ele relatou aos policiais que o bebê sofreu um "acidente", posteriormente resolveu contar toda a verdade.

Um bebê de 1 ano e 8 meses foi morto em Rio Verde região sudoeste de Goiás. Segundo a Polícia Militar, o padrasto dele, que não teve a idade divulgada, confessou que agrediu a vítima com socos porque ela estaria chorando e chamando pela mãe, que não estava em casa.

O homem foi preso em flagrante. O crime aconteceu na noite de segunda-feira (31). De acordo com o capitão da PM Halisson Oliveira, o próprio padrasto foi quem acionou o socorro para tentar simular uma morte acidental.

Porém, os médicos desconfiaram da situação do bebê. “Quando nos acionaram, as equipes do CPE [Comando de Policiamento Especial] se deslocaram até o local. Os médicos ainda se encontravam no local. Nós pudemos observar a criança e vimos que existia sinais de violência, que a criança teria sido agredida”, conta.

Os policiais, então, passaram a questionar o homem sobre a versão dele sobre o ocorrido. Neste momento, conforme o policial, ele acabou confessando o crime. “Durante a entrevista, ele caiu em contradição várias vezes e percebemos que havia uma mentira sobre essa situação. Depois de muita conversa com ele, esse indivíduo acabou confessando que havia agredido a criança em determinado momento, perdido a paciência com ela, agredido com chineladas e até socos para que ela parasse de chorar e chamar pela mãe”, destaca.

O militar disse que, após a prisão em flagrante, alguns vizinhos tentaram linchar o homem, revoltados com a morte do bebê.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar