NotíciasParaná

HOMEM MORRE AO TENTAR DEFENDER NAMORADA DE SER ESTUPRADA; SUSPEITO FOI PRESO

Guilherme Ambrosini, de 32 anos, ocupava a função de chefe do Órgão Gestor do Transporte Coletivo municipal.

PATO BRANCO, PR

Conforme informações da Polícia Militar (PM), um homem, de 32 anos, foi morto com um tiro na cabeça ao reagir contra um suspeito que tentava estuprar a namorada dele.

O caso ocorreu em Pato Branco, no Oeste do Paraná, na madrugada de domingo (12). De acordo com a PM, a vítima era servidor da Prefeitura de Pato Branco.

VÍTIMA ERA SERVIDOR PÚBLICO

Guilherme Ambrosini, de 32 anos, ocupava a função de chefe do Órgão Gestor do Transporte Coletivo municipal. Em conversa com a Polícia Militar, a namorada da vítima informou que o suspeito rendeu o casal e tentou amarrar Guilherme para violentá-la.

DESISTIU DE ESTUPRAR A MULHER

O namorado tentou reagir e foi baleado. Em seguida, o rapaz levou a mulher para uma mata, mas desistiu de cometer o estupro e mandou que ela saísse do local.

A mulher saiu do local com o carro do casal e procurou a Polícia Militar. A Prefeitura de Pato Branco divulgou nota e enfatizou que as forças policiais estão focadas a identificar o autor do crime. 

SUSPEITO FOI PRESO

No último sábado (18), o homem apontado como suspeito do crime foi localizado e preso. A polícia informou que o homem foi localizado por um cão farejador em uma área de mata do município.

Ao perceber a chegada da equipe, o suspeito tentou fugir e foi baleado por policiais.

Ele foi socorrido pela polícia e conduzido a um hospital da cidade onde está sob escolta policial. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo