DestaqueNotíciasPolêmica

GOLPE CLONA WHATSAPP E ROUBA DINHEIRO DE USUÁRIOS DA OLX E MERCADO LIVRE

Esta modalidade de prática de estelionato tem crescido muito no país.

Um novo golpe que está ganhando força no Brasil utiliza os dados presentes em anúncios online para clonar o whatsapp de usuários e tentar roubar dinheiro de familiares e amigos por meio do aplicativo de mensagens. Mais de 300 pessoas na região já sofreram com tentativas de invasão de conta por criminosos, que deixam de lado os “vírus” e apostam na engenharia social.

A armação tem como ponto de partida as informações publicadas em anúncios em plataformas como OLX e Mercado Livre, que normalmente pedem um telefone ou e-mail para que os interessados no produto entrem em contato com o vendedor. Os criminosos aproveitam essa brecha para pegar o número do anunciante, tentar enganá-lo e assumir o controle de seu WhatsApp.

Na tarde de ontem, um morador de Cruzeiro do Oeste procurou a delegacia de Colorado para relatar que foi vítima do golpe. Na situação, ele tentava negociar uma motocicleta com o estelionatário e no meio do trâmite, acabou perdendo cerca de R$ 3.800,00, uma forma de garantia para que o veículo não fosse vendido a outra pessoa. Após o depósito, a vítima não mais conseguiu contato com o autor.

Empresários de Colorado também tem caído neste golpe, mas celulares foram clonados e os golpistas pediram dinheiro para os contatos do whatsapp, até mesmo o whatsapp de uma imobiliária na cidade recentemente foi clonado e os estelionatários pediam aos clientes da imobiliária que depositassem valores do aluguel em uma conta bancária que não tinha vínculo nenhum com a empresa.

Todo cuidado ao mecher em redes sociais, sites de compra e venda e até mesmo aplicativos de relacionamento, deve ser tomado.

Um detalhe importante na armação é ausência de qualquer tipo de vírus ou programa malicioso: assim como outros golpes de engenharia social, a peça-chave para o crime é a desatenção do usuário. A OLX comentou o assunto e disse que não pede informações pessoais por telefone, WhatsApp ou SMS para autenticar a publicação de anúncios.

O Mercado Livre não se pronunciou, mas todo o processo de criação de posts do serviço também acontece dentro da plataforma, sem a necessidade de falar com agentes externos. Com isso em mente, a dica para se proteger é ter a verificação em duas etapas do whatsapp ativada e ficar atento ao receber e-mails de serviços que deixam dados de contato expostos publicamente.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar