DestaqueNotíciasUtilidade Pública

EM NOVO DECRETO, PREFEITO DECIDE FECHAR COMÉRCIO DE COLORADO E ALTO ALEGRE

Administração municipal voltou atrás de decisão que manteria o funcionamento do comércio das 10 às 16 hrs

Por volta das 10:00 hrs da manhã desta quinta-feira(19) o prefeito municipal de Colorado Marcos Mello esteve em reunião com departamento jurídico, vereadores, gerentes de agências bancárias e diretores da ACIC – Associação Comercial e Industrial de Colorado- afim de editar um decreto emergencial que restringe a atividade de vários setores públicos e privados do município, afim de conter a disseminação do coronavírus pelo município e região. Com exclusividade, a reportagem do Programa J. Silva esteve acompanhando o conteúdo da reunião.

Administração municipal e representantes de bancos e comércios reunidos

Durante as deliberações, o presidente da ACIC e o vereador presidente Vandir Villegas juntamente de outros comerciantes, solicitaram ao prefeito para que não fosse fechado o comércio por completo em Colorado, situação em que os comerciantes pelo município e até mesmo a própria arrecadação seria muito prejudicada. Após muita conversação, em primeiro momento ficou decidido que o comércio teria seu funcionamento entre 10 e 16 hrs de segunda à sábado, com redução de funcionários e priorizando o serviço de entregas à domicílio, o chamado “delivery”.

Igrejas terão que cancelar suas celebrações, câmara de vereadores será fechada para o público sendo que os vereadores só se reunirão para tomar aprovações de medidas emergenciais relevantes ao assunto, e qualquer outra atividade que cause aglomeração, seja em residências ou repartições e espaços públicos não serão permitidos, sendo destacado inclusive o uso de policiamento e fiscalização dos órgãos municipais competentes para conter tais práticas que possam haver concentração de pessoas.

Porém, após pronunciamento de representantes do governo do estado sobre novas medidas à serem adotadas, bem com o aumento de confirmações de COVID-19 pelo Paraná, Marcos Mello se reuniu novamente com o departamento jurídico afim de redigir um novo decreto.

Intitulado sobre o Nro. 866 de 18 de Março de 2020, o novo decreto estabelece o fechamento do comércio de Colorado, tendo sido vedadas no artigo 15 as seguintes atividades:

1 – as aulas da rede de ensino de Colorado, à partir do dia 20 de março de 2020  por prazo indeterminado, incluindo os CMEI´s e creches;

(…)

3 – a realização de eventos em massa (governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais e religiosos);

4 – as feiras livres, visitações a parques, casas de cultura, e atividades em organizações não governamentais (ONG´s) e associações comunitárias;

(…)

6 –  comercialização de produtos ou prestação de serviços, advindos de fora do município de Colorado realizados por ambulantes;

7 – funcionamento de casas de shows, casas de tavolagem, prostíbulos, academias e congêneres;

8 – funcionamento de bares, lanchonetes, restaurantes, executando o atendimento exclusivo por meio de serviços de entrega (delivery);

9 – atendimento em clínicas odontológicas;

(…)

11 – cultos e atividades religiosas;

12 – galerias, comércios varejistas e atacadistas, exceto bancos;

O novo decreto destaca que só serão mantidos em funcionamento, atividades essenciais como serviços de saúde sendo internações, urgências e emergências, postos de combustíveis e farmácias, distribuidoras de água e gás, serviços funerários, supermercados e mercados, açougues e padarias tendo atendimento entre 8 e 18 horas de segunda à sábado, priorizando os atendimentos por meio de entrega.

O decreto escrito por completo você pode conferir na íntegra clicando aqui.

As instituições que participaram da reunião realizada na manhã desta quinta-feira (19) ainda não se pronunciaram à respeito desta nova decisão tomada pelo executivo municipal. O prefeito Marcos Mello vai estar ao vivo no Programa J. Silva desta sexta-feira à partir das 8:00 hrs pela rádio Interativa FM 103,1 esclarecendo os fatos e motivos da mudança deste decreto, bem como conscientizando a população a não sair de casa à não ser que seja realmente essencial.

 

 

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar