DestaqueNotícias

DOEU NO BOLSO: CESTA BÁSICA REGISTRA AUMENTO EM 13 CAPITAIS NO MÊS DE AGOSTO

A pesquisa divulgada na última quarta-feira (8), mostra que os maiores índices de aumento ocorreram em Campo Grande (3,48%), Belo Horizonte (2,45%) e Brasília (2,10%).

O custo médio da cesta básica em agosto teve alta em 13 das 17 capitais analisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

A pesquisa divulgada na última quarta-feira (8), mostra que os maiores índices de aumento ocorreram em Campo Grande (3,48%), Belo Horizonte (2,45%) e Brasília (2,10%). O estudo aponta também as capitais onde houve a queda nos preços: Aracaju (-6,56%), Curitiba (-3,12%), Fortaleza (-1,88%) e João Pessoa (-0,28%).

Nos primeiros oito meses de 2021, a cesta básica teve aumento de 11,12% em Curitiba, o maior no período, com valor atual de R$ 600,47. Entre os produtos que colaboraram para a alta no custo, está o café em pó que subiu em todas as capitais. Além do café, o litro do leite integral subiu em 14 capitais pesquisadas.

Assim como o café e o leite, o açúcar teve aumento no preço em 16 capitais, com valores que ficaram em 10,54% a mais em Florianópolis e 9,03% em Curitiba.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo