NotíciasRegião

DEPEN APREENDE ARMAS, CARREGADORES, MUNIÇÕES E CELULARES NA CADEIA PÚBLICA DE UMUARAMA

Ao final dos procedimentos 07 presos foram autuados por desacatado, resistência, além de responderem processo administrativo disciplinar.

Neste sábado, 26/09/2020, a Regional do DEPEN de Maringá e Cruzeiro do Oeste deflagrou operação de busca e operação de revista geral na Cadeia Pública de Umuarama, participaram da operação policiais penais do Setor de Operações Especiais da Divisão de Operações de Segurança de Maringá, policiais penais de Umuarama e Cianorte além de guardas temporários prisionais.

Após os procedimentos de revista geral, o objetivo da operação teve êxito total, onde foram aprendidos entre outros materiais ilícitos:
01 pistola marca Taurus, calibre 6.35;

01 carregador, e 02 munições;

479 gramas de substância análoga à maconha;

08 gramas de substância característica para cocaína;

06 estoques (facas artesanais improvisadas com materiais retirados da estrutura predial), diversos celulares e outros itens, entre este 03 aparelhos celulares em alvos da operação.

A operação ocorreu em decorrência da apreensão, que ocorreu no dia 25/09/2020, sendo que os agentes de plantão visualizaram um meliante masculino que invadiu a área externa da Cadeia Pública de Umuarama, e que foi abordado no exato momento em que estava introduzindo ilícitos para dentro da Cadeia, sendo que foi flagrado, e se evadiu do local, porém foi aprendido uma mochila contendo diversos ilícitos entre eles:

aparelhos celulares,

uma pistola Bereta calibre 6.35 mm,

01 carregador e 22 munições, sendo que com informações de inteligência apontavam que ainda havia no interior da referida Cadeia uma outra pistola e munições.

Ainda, em decorrência de uma denúncia anônima, sendo que uma pessoa estaria sendo ameaçada e extorquida, por um preso, através de um celular, em diligências, logrou-se êxito em aprender três celulares na Ala onde encontram-se os presos que estariam praticando tais ameaças, os aparelhos serão utilizados para a continuidade das investigações.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar