NotíciasParaná

COMITÊ DA DENGUE ANALISA NÚMEROS DA DOENÇA NO PARANÁ; ESTADO REGISTRA MAIS SEIS ÓBITOS

A situação preocupa autoridades da saúde pelo estado.

DENGUE

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) promoveu nesta terça-feira (31), em Curitiba, a segunda reunião do Comitê Gestor Intersetorial para o Controle da Dengue, que discutiu ações de mobilização e vigilância permanente com o objetivo de reduzir os casos da doença e o número de óbitos no Paraná. As instituições que compõem o Comitê indicaram representantes para participar da reunião e serem multiplicadores no controle do mosquito Aedes aegypti.

Atualmente, o Paraná é o terceiro Estado com o maior número de casos graves da doença, com 1.265 registros. Apenas Goiás (2.972) e São Paulo (1.359) ultrapassam esse número, e por isso a relevância de conscientizar a população sobre a importância da prevenção. 

BOLETIM 

De acordo com o boletim semanal da dengue divulgado pela Sesa nesta terça-feira (31), mais seis mortes pela doença foram registradas no Paraná, totalizando 38 óbitos neste período epidemiológico, que iniciou em 1º de agosto e segue até julho de 2022.

O 40º Informe Epidemiológico contabilizou 11.597 novos casos, um aumento de 17,14% em relação aos números do boletim da semana anterior. São 79.252 confirmações da doença e 127.466 casos prováveis. Dos 382 municípios que registraram notificações de dengue, 340 confirmaram a doença

ÓBITOS

Os óbitos foram confirmados em Foz do Iguaçu (1), Cascavel (2), Maringá (1), Jataizinho (1) e Primeiro de Maio (1). São quatro mulheres e dois homens com idade entre 62 e 95 anos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo