Região

APÓS FUGA DE ASSALTO EM DISTRITO DE ASTORGA, SUSPEITOS MORREM EM CONFRONTO ARMADO COM POLÍCIA

Um dos elementos permanece no IML de Maringá aguardando ser identificado.

Após cometerem um assalto no distrito de Tupinambá que pertence ao município de Astorga, onde uma dupla de ladrões renderam o motorista e levaram um veículo modelo VW Golf, policiais militares de toda região se empenharam nas buscas pelos suspeitos e localização do carro.

Uma das equipes policiais, fazia o patrulhamento por uma estrada antiga que liga Astorga à Maringá, rodovia PR-454, quando os policiais visualizaram o carro suspeito, e na tentativa de abordagem, houve o primeiro confronto armado, era por volta de 17:00 hrs quando os elementos abandonaram o automóvel e se embrenharam em uma mata às margens da rodovia.

A partir deste momento, um grande cerco policial foi montado na tentativa de localizar os elementos. Equipes ROTAM e CHOQUE do 4° Bpm, inclusive fazendo uso de cães farejadores, se dirigiram até a área rural de Maringá e iniciaram as buscas.

Já era noite quando os bandidos foram localizados em meio ao matagal. Por volta das 22:00 hrs, policiais do CHOQUE localizaram e deram voz de abordagem para a dupla de assaltante, momento em que os mesmos sacaram armas de fogo e dispararam contra a guarnição.

A força policial de pronto, revidou aos disparos atingindo os elementos. Equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros de Maringá, estiveram no local para socorrer os elementos que morreram em decorrência dos ferimentos.

Uma das vítimas foi identificada por Eric Adorno Júnior de  22 anos. Até o fechamento desta matéria, o outro elemento não havia sido identificado, no local, os policiais encontraram dois revólveres pertencentes aos criminosos.

O material e o carro tomado de assalto foram apreendidos pelos peritos da Polícia Científica, em uma investigação preliminar apontou que Eric seria integrante de uma quadrilha especializada em roubos de veículos que age em toda a região. Após os procedimentos por parte da perícia, os corpos foram levados para o IML de Maringá.

Imagens: Redes Sociais / Maringá na Hora

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar