DestaqueNótíciasPolítica

REFORMA DA PREVIDÊNCIA; VEJA COMO VOTARAM OS DEPUTADOS FEDERAIS DO PARANÁ

Neste primeiro turno de votação, foram 379 votos favoráveis contra 131 na votação do texto base da reforma.

Foi aprovada pela  Câmara dos Deputados, na noite desta quarta-feira (10) em primeiro turno, por 379 votos a 131, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) de reforma da Previdência, que altera as regras de aposentadoria. 

Durante a sessão, Maia fez um discurso defendendo a reforma e as instituições democráticas.

“As soluções dos problemas da pobreza, dos problemas dos brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza, dos problemas de milhões de desempregados passam pela política. E não haverá investimento privado, mesmo com reforma tributária, mesmo com reforma previdenciária, se nós não tivermos uma democracia forte. Investidor de longo prazo não investe em país que ataca as instituições.”

Sendo a reforma considerada um dos principais meios de equilíbrio financeiro por parte das contas públicas da federação, além de outros atributos, a reforma da previdência também estabelece os seguintes pontos;

  • Imposição de idade mínima para os trabalhadores se aposentarem: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres;
  • Tempo mínimo de contribuição previdenciária passará a ser de 15 anos para as mulheres e 20 anos para os homens;
  • Regras de transição para quem já está no mercado de trabalho.

CHORO DE RODRIGO MAIA

O presidente da câmara federal, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) não segurou as lágrimas  no plenário da Casa e chorou na votação da reforma da Previdência. De acordo com o deputado foi bastante elogiado pela condução da sessão e foi homenageado pelos colegas de congresso, e os deputados gritavam o nome de Rodrigo, enquanto aplaudiam o resultado da votação.

NO PARANÁ

Dos trinta deputados federais eleitos pelo estado do Paraná, 24 deles votaram à favor, enquanto 6 foram contra a reforma. 

FAVORÁVEIS A REFORMA:

Aline Sleutjes – PSL

Aroldo Martins – PRB

Boca Aberta – PROS

Christiane Yared – PL

Diego Garcia – PODEMOS

Evandro Roman – PSD

Felipe Francischini – PSL

Filipe Barros – PSL

Giacobo – PL

Hermes Parcianello – MDB

Leandre – PV

Luisa Canziani – PTB

Luiz Nishimori – PL

Luizão Goulart – PRB

Paulo Eduardo Martins – PSC

Pedro Lupion – DEM

Reinhold Stephanes Junior – PSD

Ricardo Barros – PP

Rubens Bueno – CIDADANIA

Sargento Fahur – PSD

Schiavinato – PP

Sérgio Souza – MDB

Toninho Wandscheer – PROS

Vermelho – PSD

CONTRÁRIOS A REFORMA:

Aliel Machado – PSB

Enio Verri – PT

Gleisi Hoffmann – PT

Gustavo Fruet – PDT

Luciano Ducci – PSB

Zeca Dirceu – PT

RETOMADA DA VOTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA

O plenário da Câmara ainda estava vazio ao meio-dia desta quinta-feira (11), e duas situações atrasaram a votação da reforma da previdência, o que estava previsto para ocorrer pela manhã: a negociação entre líderes partidários e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre possíveis alterações na medida e a exigência do centrão de ter garantias de que o Palácio do Planalto irá executar de fato as emendas parlamentares.

Agora, resta a votação dos chamados “destaques”, que são propostas de alterações de pontos específicos da proposta. Há grande pressão para atenuar as regras em relação às pensões, mulheres, professores e policiais.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar