Colorado e RegiãoNótíciasPolêmica

Justiça determina afastamento de duas professoras acusadas de agressão em Munhoz de Melo

As professoras eram lotadas no Centro de Educação Infantil Menino Jesus, segundo apurou nossa reportagem

A Justiça da comarca de Santa Fé – PR, determiou o afastamento de duas professoras da rede municipal de educação da cidade de Munhoz de Melo, no Paraná, acusadas de agressão.

As professoras eram lotadas no Centro de Educação Infantil Menino Jesus, e segundo apurou nossa reportagem, pelo menos cinco crianças confirmaram as agreções em convesas com a psicologa designada para acompanhar o caso. A investigação corre em segredo de justiça e um pedido de prisão não é descartado.

Recentemente um caso semelhante em Astorga chocou a populção. Três professoras foram presas por tortura em um centro de educaçao infantil da cidade. Roseni Aparecida Papa aparecia em imagens de câmeras de dentro de uma sala de aula agredindo as crianças, foi sentenciada em março deste ano a 13 anos e 9 meses de prisão em regime fechado. Outras duas professoras da mesma creche foram condenadas a 4 anos e 9 meses em regime semiaberto por omissão perante tortura.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar