Colorado e RegiãoDestaqueNótícias

CORPO DE ENFERMEIRO QUE ESTAVA DESAPARECIDO É ENCONTRADO NO RIO PIRAPÓ

O corpo foi encontrado há 12 Km de onde os envolvidos na morte de Hélio Procópio disseram ter o jogado. Equipes do Corpo de Bombeiros de Maringá trabalharam incansavelmente na procura pelo cadáver em meio as águas.

O corpo do técnico de enfermagem Hélio Procópio de 49 anos foi localizado na manhã desta terça-feira pelas equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Maringá nas águas do Rio Pirapó.

O delegado Alysson Tinoco, que está à frente da 26ª. Delegacia de Polícia Civil de Colorado participava ao vivo do Programa J. Silva na manhã desta terça-feira quando recebeu o comunicado dos bombeiros sobre o achado do cadáver e noticiou em primeira mão ao radialista e seus ouvintes sobre a localização do corpo de Hélio.

 

Imediatamente as equipes policiais se deslocaram até a zona rural de Colorado, em uma localidade próxima a ponte da Vila Silva, o repórter Alex Rosseto do Programa J. Silva, à convite do delegado, acompanhou de perto a equipe policial nos trabalhos de recolhimento do corpo, bem como a análise do cadáver por parte da criminalística, onde tentavam localizar possíveis sinais d violência, porém o corpo está em avançado estado de decomposição, sendo possível apenas no IML ver o que de fato teria ocasionado a morte de Hélio, se foi por enforcamento como dizem os envolvidos, ou por agressão, ou se Hélio teria sido jogado ainda com vida no rio e morrido por afogamento.

 

Hélio que morava em Santa Fé e trabalhava no HU em Maringá, estava desaparecido desde o dia 15 de novembro quando participou da festa de rodeio que ocorria em Santo Inácio. Na ocasião o técnico de enfermagem foi abordado por dois adolescentes que levaram a vítima em seu veículo modelo Chevrolet Ônix de cor preta e possivelmente ao reagir ao assalto foi morto pelos menores de idade. O veículo foi visto em imagens de câmeras de segurança sendo usado em assaltos nas cidades de Campo Mourão e Cianorte.

O veículo posteriormente teria sido vendido para aquisição de armas para que os menores em companhia de um adulto pudessem cometer crimes da região. A polícia ainda trabalha na localização tanto do carro, quanto no celular de Hélio, paradeiro de ambos que ainda seguem desconhecidos.

 

Em entrevista ao programa J. Silva, o aspirante a Oficial Carraro do Corpo de Bombeiros relatou que durante estes cinco dias em que os mergulhadores estiveram nas buscas, foram empregados técnicas de mergulho, cães farejadores e até mesmo um helicóptero foi utilizado, mas somente através do odor exalado pelo corpo foi que o bombeiros logo por volta das 9:30 hrs da manhã de hoje, foi possível localizar o cadáver já sem vida, preso a uma vegetação às margens do rio.

 

 

Vale ressaltar também que desde a última sexta-feira, os bombeiros se mobilizaram em mais de 20 homens, que trabalharam incansavelmente desde o nascer do sol até quando se tinha luz, na tentativa de localizar o corpo, enquanto a equipe que trabalha na delegacia de Colorado desempenharam  serviço de investigação dia e noite, onde muitos destes profissionais sequer foram para casa, justamente com a intensão de trazer uma resposta rápida a comunidade. Neste intervalo, um outro crime de homicídio cometido em Colorado no ano passado, além de tráfico de drogas e outras ocorrências, foram elucidadas pela Polícia Civil.

Abaixo as imagens feitas com exclusividade pela equipe de reportagem do Programa J. Silva 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar